terça-feira, 3 de outubro de 2006

Mais criticas de Arouca.....

"Os sons dos Mandrágora

Os Mandrágora deram um concerto no concelho e, durante cerca de uma hora, viajaram por sonoridades ancestrais, afugentando a chuva que parecia teimar em não abrandar. Vencedores do Prémio Carlos Paredes 2006, juntamente com Bernardo Sassetti, os Mandrágora trouxeram a Arouca uma nova forma de abordar as raízes musicais."

Em Primeiro de Janeiro

segunda-feira, 25 de setembro de 2006

" QUANDO A MANDRÁGORA (NÃO) SAI DA TERRA..."

"Durante cerca de uma hora, os Mandrágora viajaram por sonoridades ancestrais, afugentando a chuva que parecia teimar em não abrandar, e cativando uma plateia bastante numerosa, tendo em conta o tempo chuvoso e o facto de ser uma quinta-feira.

Vencedores do Prémio Carlos Paredes 2006, juntamente com Bernardo Sassetti, os Mandrágora trouxeram a Arouca uma nova forma de abordar as nossas raízes musicais. Com uma marca bastante celta, este grupo demonstrou que, ao contrário do que se possa pensar, a música dita tradicional não está em crise, e que é possível fazê-la com qualidade, sem desvirtuar a raiz...."

Em: http://www.cm-arouca.pt/portal/index.php

sexta-feira, 22 de setembro de 2006

Feira das Colheitas....

Agradecemos ao pessoal da Camara de Arouca e ao Ivo que nos proporcionaram grandes momentos...
E em especial ao Ricardo Sousa !!! E BIBA A TAINHA de Santa Maria do Monte...



segunda-feira, 18 de setembro de 2006

Festa das Colheitas em Arouca

Vitorino, Blind Zero, Mandrágora e as Bandas Musicais do concelho colorem a 62.ª Edição

Mandrágora, quinta-feira, dia 21 de Setembro, 22 horas, Praça Brandão de Vasconcelos. É assim que abre o cartaz musical da Feira das Colheitas. A mandrágora é uma espécie de maçã, que o povo acredita não só ter características afrodisíacas, como uma raiz de forma humana. «Grita quando é arrancada da terra», dizem alguns, e é por isso que esta Mandrágora está bem presa à terra. Ou é esse grito de não querer ser retirada que se faz ouvir. Na raiz da música portuguesa, mas aberta à influência de outras músicas, a Mandrágora conta já com um Prémio Carlos Paredes, que recebeu este ano. Pela importância da música que faz para reforço da identidade cultural. Sempre a raiz…


em: http://www.cm-arouca.pt

Amigo de Mandrágora

Aqui está uma amigo que sinceramente merece estar aqui....

http://saltonoescuro.blogspot.com/

"Botem os olhinhos" !!!

terça-feira, 12 de setembro de 2006

Avante !!! O filme....

Pessoal este é um video do nosso concerto no Avante...

Não é propriamente o melhor angulo mas dá para ter uma ideia do que foi....

E o bacano na frente da camara ainda está a receber assistência médica...lol, pois não saiu da frente da camara o concerto todo...!!!

É a Picões do Diabo !

Um abraço....

sábado, 9 de setembro de 2006

O que se diz do Avante !!! parte 3

Portugal e o mundo na Festa

Os Mandrágora foram um caso sério para os amantes da chamada World Music e não só. Os sons com influências árabes e africanas foram atentamente escutados e aplaudidos por um público que desfrutou calma e serenamente da criatividade de um estilo de música que levou muitos a fecharem os olhos para melhor se deixarem envolver pelo som deste grupo cada vez mais consagrado no panorama nacional.

Jornal do Avante
http://www.avante.pt/noticia.asp?id=15931&area=60

quinta-feira, 7 de setembro de 2006

Fotografias do Avante

Pois é amigos, graças ao amigo Luis Rei, "Crónicas da Terra" e ao Mário Pires "Retorta.net" temos ai umas fotos catitas do Avante 2006.

BIBA CAMARADAS !!!

Mais fotos em: http://www.flickr.com/photos/retorta/sets/72157594267044424/









terça-feira, 5 de setembro de 2006

O que se diz do Avante !!!! parte 2

"O segundo dia, sábado, começou muito bem, no 1º de Maio, com os Mandrágora, diferentes - para melhor - dos Mandrágora que tinha visto pela última vez em Loulé: a banda tem agora um baixo eléctrico (em substituição do acordeão) e o som do grupo portuense está agora mais rude, mais rock, mais swingante. Nalguns temas mais lentos o baixista ainda tenta encontrar o seu espaço, mas quando aquilo acelera ele leva o resto da banda atrás de si. E isso é bom...."


Raizes e Antenas - António Pires
http://www.raizeseantenas.blogspot.com/

segunda-feira, 4 de setembro de 2006

O que se diz do Avante !!!!




"Sol abrasador...a multidão, enfim, a festa!
Às 15h00 é dado o sinal de alarme, no Palco 25 de Abril abrem os The Vicious Five, no Auditório 1º de Maio os Mandrágora fazem o mesmo. O maesto, que nunca tivera oportunidade de assistir a Mandrágora ao vivo, seguiu em direcção ao Auditório 1º de Maio. E fez bem. Mas preparem-se, serão nove horas sempre a correr...
Vindo do Porto, o jovem quinteto Mandrágora, autores de um excelente disco de estreia, homónimo, deram um espectáculo folk gracioso e competente como o seu disco. Para iniciar, nada melhor que o tradicional transmotantano "Galandum". O resto foi correndo, num equilibrado discorrer instrumental, com seneridade, a acompanhar uma digestão ainda mal feita; no fim, a resposta morninha de um público ainda a apalpar o dia - o som pareceu não ajudar muito;"

Rui Dinis - a Trompa
http://atrompa.blogspot.com/

terça-feira, 29 de agosto de 2006

30ª Festa do Avante




Mandrágora no Palco 1º de Maio dia 2 de Setembro pelas 15h.

Bora lá amigos...

quarta-feira, 16 de agosto de 2006

de férias....

Pois é amigos estou de férias muuuuuito merecidas diga-se de passagem...
Entretanto temos um novo bacano no baixo que parte a loiça toda !!!
É o João Serrador e no Avante verão com quantos paus se faz uma canoa....ah,ah,ah.
Até lá um abraço

R.de N.

sexta-feira, 4 de agosto de 2006

As Mandrágoras parte 2

Fotografias de Mandrágora (eu e a Filipa) e do Grupo de Marionetas da Mandrágora na Feira Medieval de Santa Maria da Feira:







As Mandrágoras

Pois é há já algum tempo que não fazia uso deste nosso blog, assim passo a informar que o Grupo de Marionetas de Mandrágora nos propôs (a mim nas percussões e à Filipa na gaita e flautas) uma colaboração para animar musicalmente a “Trupe dos Bonifrates” em Santa Maria da Feira, aquando da Feira Medieval tida como uma das maiores da Europa.
Aceitamos com prazer….
No blog do Grupo estão fotografias interessantes do espectáculo montado com mestria e dedicação.
Não deixem de visitar o Blog e porque não a própria Feira Medieval pois vale a pena.

marionetasanorte.blogspot.com/

R.N.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2006

Critica de A Trompa

Sábado, Janeiro 07, 2006
BIORRITMO SONORO|"Mandrágora" - Mandrágora

- Físico (força, energia e resistência)
Pela mão de Ricardo Lopes e Filipa Santos, corria o ano de 1999, foram formados os Mandrágora. Hoje, com o álbum de estreia já lançado, "Mandrágora", a banda do Porto é mais do que uma surpresa agradável. Surpresa? talvez não. É efectivamente surpreendente a energia de toda a combinação instrumental que brota das composições de "Mandrágora". Um disco onde tudo parece pousar no sítio certo: uma serena flauta, uma luminosa gaita de foles, uma percussão vigorosa, tudo o resto no sítio certo - e não é pouco; uma corrente de energia que corre por esses campos fora...livremente.


- Emocional (energia interior e peso emocional)
São paisagens de luz, algumas interiores - muitas. Com salpicos de voz, "Mandrágora" transforma-se num objecto marcado por imagens de uma diáspora por tempos e espaços infindáveis, de magias viajadas de Nascente ao Poente, do Norte ao Sul, do exterior para o interior; sempre num equilíbrio assombroso, num equilíbrio interior perfeito, de grandes emoções...


- Intelectual (simbolismo e criatividade)
Tradição, inspiração, revolução. A música tradicional nos Mandrágora não é um fim é apenas um meio; não é o resultado, é apenas o processo para uma nova visão da música tradicional; uma visão mais criativa, mais actual. Marcada pela tradição europeia, também nacional, obviamente, esta é talvez a faceta mais interessante da arte deste sexteto tripeiro, isto é, alguma reivenção da tradição, conferindo-lhe com extraordinária virtude uma tez de modernidade; até experimental - e só por exemplo, o último minuto de "Campanhã" é fantástico! ...........RD

Ricardo